Histórias de superação evidenciam a importância do bem-estar

Duas histórias que evidenciam a importância da prática esportiva para a saúde. O primeiro caso mostra que manter o corpo saudável pode ajudar a curar de forma mais rápida e efetiva uma doença. O segundo relato reforça o esporte como forma de prevenção de doenças e, sobretudo, melhora na qualidade de vida. São dois personagens que demonstram que superar desafios em prol da qualidade de vida é gratificante. Eles representam, sem sombra de dúvidas, a filosofia do Superação Einstein (hyperlink que explica o projeto).

O primeiro é o caso do Salvador Gutierrez, de 75 anos. Ele passou há aproximadamente três anos por uma situação complicada. Ficou em coma induzido por 45 dias no hospital em virtude de uma forte bactéria que quase lhe tirou a vida. Ele foi forte e conseguiu, depois de uma série de cirurgias e acompanhamento médico em frequentes visitas a hospitais, superar o seu problema. E ele sabe muito bem o que fez uma grande diferença na sua recuperação.

“Eu sempre pratiquei esporte na minha vida. Eu fazia natação, futebol e outros esportes. Os médicos disseram que a minha vida saudável ajudou na recuperação da minha doença. Fiquei em coma, depois fiz cirurgias e fiquei tomando antibióticos fortíssimos. Agora que estou recuperado sigo com a prática esportiva para deixar meu corpo sempre forte”, contou Salvador.

 

Salvador Gutierrez, de 75 anos, participou do Superação Einstein

 

O segundo relato é a prova que cuidar do corpo e da mente é a chave de sucesso para ter uma vida mais feliz e saudável. Claudomiro tem 73 anos e só tem o que comemorar com seu estado físico e de saúde.

“Fiz os testes que vocês do Superação me deram e só apareceu coisa boa. Eu até preciso ganhar uns quilinhos, que é coisa rara hoje em dia (risos)”, contou o simpático senhor, que participou do último Circuito Superação Einstein de 2018, no Parque Ibirapuera.

“Eu sempre pratiquei na minha vida, mas teve um momento que eu relaxei e não fazia. Depois fiquei viúvo e casei com a minha a atual esposa, que me colocou de volta no esporte. Faz sete anos que estou ativo. Pratico esporte quatro dias da semana e atualmente não tenho doença nenhuma. Todo mundo tem que deixar o controle remoto de lado e praticar esporte. Esporte é saúde, e com saúde você prolonga sua vida com mais qualidade”, finalizou.

 

Claudomiro de 73 anos mantém a saúde com práticas esportivas

Fonte: Hospital Albert Einstein