Aposentada é exemplo de determinação na busca por qualidade de vida na terceira idade

Uma palavra resume Akemi Ideshina: simpatia. Filha de japoneses, a senhora de 71 anos foi um espetáculo à parte no último Circuito Superação Einstein de 2018, no Parque Ibirapuera (link da matéria sobre o evento). Ela praticou todas as aulas da programação esportiva, conversou com todos os profissionais multidisciplinares do Hospital e passou ensinamentos aos mais jovens que estavam no evento – sempre com um sorriso no rosto.

“Eu descobri o Superação pelo site e vim prestigiar os médicos do Einstein. Eu sempre vou às palestras do Einstein sobre oncologia e descobri esse projeto. É muito bom”, disse Akemi.

 

Akemi Ideshina participa do Superação Einstein

 

A aposentada é um exemplo a ser seguido para todos aqueles que desejam ter longevidade de vida com bem-estar. Pratica esportes de segunda à sexta fica ligada na programação esportiva da cidade de São Paulo para participar de eventos para estimular o corpo e, sobretudo, a mente.

“Acho que é por isso que estou muito bem de saúde e feliz”, ressaltou. “Já até ganhei uma medalha por ser exemplo de longevidade”. Essa disciplina por melhorar a qualidade de vida e ser muito ativa na terceira idade faz Akemi ganhar elogios.

“Quando vou ao parque ganho elogios das mocinhas pelo meu corpo e pela minha disposição. E eu nem peço nada, é de vontade própria que as pessoas falam. É muito legal.”

“Eu não sinto mais dor e não tenho mais canseiras como tinha antes. Tem até senhoras de 90 anos fazendo esporte no parque. Eu quero ser assim. Esporte não tem idade”, explicou Akemi – deixando um ótimo exemplo para aqueles que não inserem práticas saudáveis em seu hábito de vida.

“O que eu falo para todos é que a felicidade está quando você pratica esporte sempre”, finalizou.

 

Quem foi ao Superação pôde realizar testes de força muscular

Fonte: Hospital Albert Einstein